Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Reflexos

MENU

Iniciou-se na poesia aos 23 anos de idade. O seu primeiro livro intitulava-se 17 dikter (17 Poemas).  A maior parte da sua obra é escrita em verso livre, embora também tenha feito experiências com linguagem métrica. Redigiu cerca de uma quinzena de obras numa longa carreira dedicada à escrita. Foi psicólogo de profissão até 1990.

Nesse ano, foi vítima de um acidente vascular cerebral, que o deixou parcialmente afásico e hemiplégico. Continuou a escrever com a ajuda da mulher e publicou três obras, a mais citada "O Grande Enigma: 45 Haikus". Vive presentemente numa ilha, longe dos olhares do mundo e dos meios de comunicação.

É o poeta sueco mais traduzido no Mundo, já que os seus poemas foram publicados em mais de trinta línguas. Recebeu numerosos prémios literários.

 Dados compilados da Wikipédia e da Revista Cultural Agulha.

Seguem-se dois poemas retirados do livro 20 Poems.

 

O Casal

 

Apagam a luz e o globo branco brilha

um instante e, depois, dissolve-se, como um comprimido

num copo de escuridão. Depois, aumenta.

As paredes do hotel disparam para a escuridão do céu.

 

Os seus movimentos tornaram-se mais suaves e dormem,

mas os seus pensamentos mais secretos começam a encontrar-se

como duas cores que se encontram e escorrem juntas

sobre o papel molhado de uma pintura de um menino de escola.

 

Está escuro e silencioso. A cidade, contudo, aproximou-se

esta noite. Com as suas janelas desligadas. Vieram casas.

Mantêm-se juntas e muito perto, esperando,

uma multidão de gente de rostos brancos.

 Tradução do inglês de Maria Catela

 

 

Depois de uma Morte

 

Uma vez foi um choque,

que deixou para trás uma longa e cintilante cauda de cometa.

Mantém-nos dentro de casa. Torna nevada a imagem da TV.

Aquieta-se em gotas frias sobre os fios de telefone.

 

Pode-se ainda ir de skis devagar sob o sol de inverno

através de arbustos onde algumas folhas se demoram.

Parecem páginas arrancadas de velhas listas telefónicas.

Nomes engolidos pelo frio.

 

É ainda maravilhoso sentir o coração a bater,

mas a sombra parece muitas vezes mais real que o corpo.

O samurai parece insignificante

por trás da armadura de escamas do dragão negro.

 Tradução do inglês de Maria Catela

2 comentários

De João Sá a 10.10.2011 às 09:09 am

Bom dia e votos de uma boa semana :)
Este post está em destaque Na Rede na homepage do SAPO Cabo Verde (http://sapo.cv (http://sapo.cv)).

De M.E.C. a 10.10.2011 às 06:54 pm

É uma honra! Mais a mais, quando a publicação destes poemas em língua portuguesa é inédita.
Um abraço.

Comentar post

Maria Catela

foto do autor

"A memória é a consciência inserida no tempo." Fernando Pessoa

Feedback

  • Claudemir

    Olá ProfessoraGostaria de enviar-te um e-mail com ...

  • João Sá

    Bom dia :)O blog está em destaque na homepage dos ...

  • M.E.C.

    Olá! Que bom - toda a divulgação é uma ajudinha......